Tags

, , , ,

Aqui são palavras do desencontro. Mas devo, antes de tudo, classificá-las apenas como introdução e exceção.

Antes sabia que seria assim, mas não imaginava que fosse lindo morrer mais uma vez. Mal lembro há quanto tempo isso começou, se 5 ou 6 anos; todo o tempo em que tua apatia dilacerou meu coração em partículas que até microscopicamente não restasse mais nada que nos ligasse, exceto lembranças.

Bisbilhotei tuas palavras, e não me encontrei. Foi como se falasse de outra pessoa. Nunca bastou pra tu expressar bons sentimentos, guardava a inspiração pros momentos de solidão quando eu me afastava por desespero, e ninguém te queria.

Todas as minhas palavras lançadas em tua direção não pousaram sob sua cabeça, não moraram em teu coração, por isso do que retornou até mim identifico somente dor e dúvidas, que só ecoa, não grita mais. Deixava-me tão solto quanto pudesse tocar outras vidas, porém preso suficiente para que ninguém pudesse tocar até me ganhar por completo. Um pouco menos de amor próprio e eu estaria até hoje perdido em possibilidades erradas. Mas não esperei o sol se pôr novamente e tua voz me chamar.

Minha frase foi de finalmente despedida, e acho que no fundo tu duvidou do que já dissera inúmeras vezes, mas sempre falhei comigo mesmo por acreditar no amor, e de que se fosse o sofrimento parte disso meu dever era entregar-me sem reservas. Tu e tua ilusão em achar que o amor cerceia a vida.

Outrora refletia que o amar de novo significasse estar à salvo de grandes surpresas e que não fosse mais possível o arrebatamento da alma quando dois sentimentos se encontram. Me enganei, e me senti feliz ao perceber minhas limitações em entender. E sorri ao verificar que ainda posso sentir sem limitação nenhuma… Há magia em ser conquistado e sentir-se suficiente.

A injustiça de Deus tornou-se sua principal expressão de misericórdia, e é impossível desaperceber do que fora um milagre pra mim, completar-se à medida em que me sinto completo. Tenho desvios de desejos, mas construo agora e até o fim das vidas um amor na beleza das verdades divinas.

Encontrei quem me fizesse sentir o que sempre pensei ser, mas duvidava pela insuficiência que significava eu pra tu. Em meu caminho não há volta, e meus passos são avisos que se desfazem atrás de mim.

Cheguei a ouvir até de tu mesma que nunca iria mudar, mas desprezei a mim mesmo quando escolhi ignorar. Se o amadurecimento veio tarde, considere então o esquecimento como melhor alternativa sobre o que fomos nós. Tu está onde fez questão de ficar, quando podia escolher. E eu estou onde sempre quis estar. Sou bem melhor agora, posso sentir.

Anúncios